Não consigo parar de trair meu marido… 26

Placas do Brasil
Creative Commons License photo credit: jmarconi

Querido Pastor Caio, graça e paz!!

Meu querido pastor, já enviei um e-mail para o senhor, mas não tive nenhuma resposta. Por isto resolvi lhe escrever de novo.

Minha historia é muito longa, mas vou tentar resumir o quanto puder, pois sei que o senhor tem muitas ocupações. Mas gostaria muito que o senhor me desse alguns conselhos, pois me encontro nesse momento passando por uma luta interior muito grande.

Sou casada e tenho dois filhos maravilhosos, e um marido também. Sou evangélica e tenho 38 anos.

Minha vida tem sido recheada de adultério. Eu já trai meu marido muitas vezes. Primeiro tive uma pessoa que eu achava que era o homem da minha vida. Mas puro engano. Depois desse rapaz, com quem eu tive um caso que durou 4 anos, eu me envolvi com mais três homens.

Mas esse homem com quem estou tendo um caso foi o que mais me trouxe estragos emocionais. Mas mesmo assim não estou tendo força para deixá-lo. Sabe, pastor, com esse já faz 6 anos que eu estou envolvida, e durante esses anos, eu já sofri muito por causa dele.

Quando começamos tudo era muito bom entre nós. Só que começaram a acontecer muitas coisas entre nós. Ele é uma pessoa que muda de humor muito rápido. Quando eu passei a conhecê-lo melhor, fui descobrindo que ele não era essa pessoa que eu achava tão maravilhosa que antes eu tinha conhecido. Eu saí muitas vezes com ele para motéis, e numa dessas vezes ele me acusou, dizendo que eu tinha colocado o papel do pagamento do motel dentro do carro dele só pra a mulher dele pegar. Mas pastor, eu lhe juro que jamais, em momento algum, eu pensei em fazer uma coisa dessas. Pro senhor ver até que ponto esse homem tentou me prejudicar.

Mas o pior disso tudo é que depois de algum tempo ele me procura e começamos a nos encontrar de novo. Eu tentei fugir, mas só que eu já estava muito envolvida com ele. Eu sou daquelas pessoas que sempre acha que a outra pessoa merece uma segunda chance, só que ele me magoou muitas vezes. Ele é o tipo de homem que se envolve com muitas mulheres e não sabe o que quer da vida. Tem um casamento que é a vida dele, mas trai a esposa, que fica achando que ele a ama mesmo traindo. Isto porque ele é do tipo de homem que não vive sem “dar em cima de mulher”, o conhecido GARANHÃO.

Não sei por que, depois de tanta coisa que ele já me fez, eu não consigo me desligar dele. Será que o amo? Não sei, pois às vezes tenho muito pavor só de pensar que vou sair com ele de novo, mas quando me vejo, já estou nos braços dele de novo. Posso dizer pro senhor que eu me sinto como se estivesse presa.

Tenho orado muito, pois muitas vezes eu tenho até vontade de morrer. Já não sei mais o que fazer. Gostaria muito que o senhor me respondesse, pois tenho entrado no seu site e tenho sido muito edificada. Por favor, pastor, me responda, pois preciso muito dos seus conselhos. Me diga como devo agir, pois estou muito perdida.

___________________________________________

Resposta:

Minha querida amiga e irmã: Graça e Paz!

Você inicia falando de filhos e marido maravilhosos. Porém, apesar disso, você diz que “não se segura”; e, durante o casamento, já teve longos casos sexuais.

Entretanto, o que mais me chamou a atenção é que você abandona a sua narrativa da família maravilhosa, e passa a falar dos casos sexuais, especialmente deste último, com o “seu galinha”… Mas nunca fala de sonho, ou de culpa, ou de dor existencial, ou de amor, ou de ter uma vida boa e fiel a seu marido, ou de qualquer desejo mais profundo para a sua alma.

A própria narrativa acerca do homem, de como e quem ele é, de sua repulsa por ele, mas de seu vício em se dar a ele já suscita em qualquer mulher a seguinte pergunta: “Minha filha, o que você ainda está fazendo aí?” Ora, isto tudo segue acrescido do fato de que você ainda suporta as grosserias e indiferenças dele, posto que você mesma sabe que para ele você é apenas mais uma transa gostosa, e na hora que ele quer.

Todavia, como você suporta ser parte desse harém pertencente a esse Sheik Galinha, passa pela sua cabeça que tal sujeição pode ser amor. Amor? Que amor? Amor por quem? Por ele? Não, minha querida, é justamente a falta de amor que faz isto, especialmente a falta de amor-próprio. É a total falta de valor próprio, movida pela falta de amor conjugal e libido em seu casamento, aquilo que põe você nas mãos desse “Matador”. Somente uma mulher sem nenhum amor próprio se submete a isto, até mesmo sendo mal casada.

Você falou em já ter tido vontade de morrer, mas nunca associou a sua não-morte a uma esperança de cura na vida conjugal com seu marido. Às vezes dá até a impressão de que se o cara não fosse tão ruim e perverso, você estaria contente; digo, no caso de ele ser um amante fiel, amigo, meigo, cuidadoso, afetivamente ligado a você, etc… Ou seja: em momento algum sua dor é pela traição a seu marido, mas apenas vincula-se ao fato de que você se entrega a um amante perverso e fica com pena de você mesma.

Na realidade, possivelmente você não ame ninguém e nem jamais tenha amado. E por quê? Porque quem não se ama não tem poder para amar ninguém, posto que para amar o próximo, eu preciso amar a mim mesmo antes. Nosso potencial para amar o outro é sempre proporcional ao amor próprio e ao respeito próprio que a gente possui. Gente que não se ama jamais saberá amar, nem tampouco saberá o que é amor por outros!

Se você se amasse, você não estaria casada sem amor. Isto porque se você amasse seu marido de verdade, não estaria tendo todos esses casos sexuais. Depois, caso você se amasse, certamente jamais se entregaria a um homem como esse. Além disso, se você se amasse, não amando o seu marido como macho e homem, você iria preferir terminar o casamento a traí-lo. Sim, porque você iria desejar muito mais amor do que sexo. Você desejaria antes de tudo amar e ser amada.

Assim, pra gente não perder tempo, me fale de você, de como foi sua vida, sua iniciação sexual, e, sobretudo, como é a sua vida com seu marido; e, também, como é que ele não desconfia de nada, e há tanto tempo… Só assim poderei entender você um pouco melhor, e, desse modo, tentar ajudar nas soluções, não apenas nos paliativos.

E por falar em paliativo, pare logo de sair com esse cara. Você não merece isso. Não atenda mais aos telefonemas dele (aliás, mude de número). E não faça concessões. E isso não tem nada a ver com coisa alguma que não seja respeito próprio. Você precisa começar a exercitar seu amor próprio. Chega de ser eguazinha desse garanhão viciado que já virou um pangaré.

No mais, saiba que manter esse estado de alma será destruidor para você. Essa sua vontade de morrer é fruto dessa falta de significado para a sua vida. Isso porque sem amor a vida não tem significado. Só o amor justifica a vida para a própria alma.

Quanto a ser “evangélica”, esqueça isso. Você precisa mesmo é de um encontro profundo com Deus, mediante a internalização do Evangelho. Portanto, leia os evangelhos, de cabo a rabo. E desenvolva uma vida de devoção e oração. Mas não fique fazendo “orações pelo cara”, pois, desse modo, a oração vai virar tentação. Ore apenas a Deus por Deus, e por você mesma.

Faça isso todos os dias. Mude seus pensamentos. Ocupe-se. E quando a mente a tomar de assalto lembrando de “tesões com o garanhão”, não lute contra, mas apenas mude o olhar, pense nas coisas que dão significado à vida e discirna que esse homem não é um homem, mas só um pedaço de carne. E lembre-se que nas mãos dele você é apenas, na melhor das hipóteses, uma “Picanha”.

Receba meu abraço e minhas orações!

NEle, que nos ama, e quer que nos amemos a fim de podermos amar,

Caio

___________________________________________________________________

Pastor Caio, graça e paz para o senhor!

Li sua resposta e gostaria muito de lhe agradecer por tudo.

O senhor pediu para que eu lhe falasse mais sobre meu casamento e minha vida sexual.

Eu me casei com 19 anos. Ele foi o meu primeiro namorado. Tivemos um namoro legal. Me casei virgem. Nossa relação sexual sempre foi muito boa. Mas, passando algum tempo, eu fui me desencantando com ele… Já não conseguia mais sentir muito tesão por ele. Eu sei que isso não é tudo, mas foi uma das causas (eu acho) que me fez traí-lo.

Eu sei que sou uma pessoa covarde, porque até hoje eu não tive coragem de deixá-lo. Mas tudo tem sido muito difícil pra mim. O senhor não sabe como eu tenho me sentido suja e imunda com tudo isso. Eu sei que meu marido não merece, e muitas vezes eu me arrependi muito de ter feito isso, pois eu sei que eu fiz mal a mim mesma. Todas as vezes que eu o traio, eu me sinto muito mal.

Não pense o senhor que eu não quero sair desta situação e que eu gosto de viver desse jeito. Só que muitas vezes eu tento, mas só que não tenho tido forças. Eu já chorei muito, já entrei em depressão por causa desta situação. Sabe o que é você entrar em uma situação e não ver uma saída? Eu confesso que já não sei mais o que fazer, pois me sinto com se estivesse presa (e estou).

Me ajude, em nome de Jesus, pois estou muito desesperada e quero ser uma pessoa livre; quero e preciso muito ter comunhão com Jesus Cristo, pois eu sei que não existe nada melhor do que ter uma vida na presença de Deus. Só que esse pecado sempre me afasta da Sua presença.

Sabe, pastor Caio, eu tenho lutado muito contra isso, só que esse homem é do tipo que nunca deixa a pessoa em paz. Ele muitas vezes passa um tempo sem me procurar, mas depois aparece e me convidar para sair… e eu, como não sei dizer não, caio nos braços dele de novo.

Eu sempre falo que a mulher que se envolve com ele sempre sai muito machucada, porque ele é do tipo que só pensa nele. Agora não me pergunte por que eu fico. Eu sei disso tudo e mesmo assim não o deixo… O porquê nem eu mesma sei…

O senhor também me pediu pra falar de como esse tempo todo eu venho traindo meu marido e ele nunca desconfiou de nada. Eu acho que ele até já desconfiou, porque muitas vezes já tentei falar em separação com ele. Mas só que ele é do tipo que prefere não saber da verdade. Eu já dei muitos sinais de que não o amo mais. Mas ele prefere ficar calado a falar sobre qualquer coisa que esteja relacionada à nossa situação.

Pastor, minha situação é muito complicada, porque eu tenho muito medo de que um dia toda essa situação venha à tona. O que vai ser de minha vida? Estou muito angustiada, pois não sei como resolver tudo isso… Ou até sei, mas só que não estou com força pra resolver.

Me ajude, por favor. Desde já agradeço o seu carinho e cuidado em me ajudar. Pois o senhor não sabe como a resposta que o senhor me mandou tem me feito parar e pensar seriamente na minha situação. O senhor tem sido uma bênção na minha vida e na vida de muitas pessoas. Pode ter certeza disso. Eu o admiro muito.

Peço, em nome de Jesus, que o senhor ore por mim; para que Jesus possa realizar um milagre na minha vida. Pois o meu maior desejo é servi-lO de todo meu coração e com toda a minha alma. Minha alma tem muita sede de Deus.

Um forte abraço, e que Deus lhe abençoe por tudo. Aguardo sua resposta, se possível.

_______________________________________________________________________

Resposta:

Minha querida amiga: Graça e Paz!

Antes de ser o seu marido quem não merece isto, eu lhe digo: você é quem não merece isto.

E pior: é você quem está cometendo este atentado contra você mesma.

“Passividade” é seu escudo para não mudar! Todos arranjamos álibis a fim de não nos encararmos e não assumirmos responsabilidades. O seu álibi é a sua passividade. O amante diz “vem”, e você vai… O marido não diz nada, ou evita a conversa, e você deixa tudo como está.

Em ambos os casos você descreveu os dois homens (o amante e o marido) como sendo “do tipo de homem” que é do jeito que é… E você se conforma com ambas as situações.

E você? De que tipo é? Do tipo que se conforma? Que aceita? Que obedece ao outro apenas porque não tem coragem de dizer “eu quero” ou “eu não quero”?

Outra vez você não falou em amor, mas apenas em sexo bom (durante um período com o marido), vindo, depois, a falta de tesão… Você disse que crê que esta é uma das causas em razão das quais você começou a trair o seu marido. No entanto, a falta de tesão pelo marido leva apenas um pequeno grupo de mulheres a terem casos extraconjugais (falo de algumas “matadoras”), posto que a maioria, caso venha a fazer tal coisa, o faz, em geral, porque não ama o marido (e nem se sente amada), mas não porque acabou o tesão.

Na realidade, o tesão acabou porque provavelmente nunca houve amor. Ora, a menos que ele tivesse traído você ou atentado contra o casamento, poderia haver uma explicação para o arrefecimento do amor entre vocês. Porém, aparentemente, isso não aconteceu. Assim, melhor é assumir que você provavelmente nunca o tenha amado.

Se ele sente ou desconfia que você o trai, mas não faz nada, sobram poucas alternativas: a) ele é um marido covarde, que prefere dividir você com outros a correr o risco de ficar só, caso abra o assunto; b) ele é um ser muito inseguro e adoecido de alma, que veio a se tornar totalmente dependente de você; c) ele também não ama você, mas ama a vida familiar, e por tal razão prefere não “mexer” no assunto, pois sabe o que vai achar…

O que você deve fazer é uma decisão sua. Minha opinião, todavia, é que você deveria conversar com seu marido, não sobre as traições, mas sim sobre a ausência de razões para vocês continuarem juntos, já que aparentemente não há amor conjugal entre vocês. Isso porque se a situação é esta, melhor é que você se separe dele do que viver sempre traindo o cara. E, de fato, caso não haja amor conjugal entre vocês, as probabilidades de que coisas deste tipo aconteçam aumentam muito, especialmente quando já se traiu antes, como é o seu caso.

Pouca coisa é tão difícil de combater quanto o hábito de trair. Isso porque uma vez que a pessoa foi “desvirginada na traição”, por mais que ela sofra e ache errado, o “hímen psicológico da conjugalidade” foi rompido, o que torna a decisão de trair muito mais fácil. É o tal “trair e coçar é só começar”.

Você também sofre de um medo horrível de ficar só. Por isso é que você se dá a quem não merece você, e trai quem não merece ser traído (como se houvesse alguém que merecesse!). No fundo, tudo isso é fruto de falta de amor-próprio, conforme já lhe disse antes. No entanto, o que pode acontecer com você (e muito provavelmente irá acontecer caso você não mude seus caminhos), é que você venha a ficar só. Aliás, caso você nunca tenha amado o seu marido, o melhor a fazer é ficar só. Sim! Só, só, só… Sem ninguém de “estepe”, muito menos esse “estepe” rodado e esburacado que hoje lhe serve de perversa roda-quadrada: o garanhão-pangaré.

Portanto, três são as minhas sugestões:

1. Converse com seu marido. Simplesmente o faça parar e falar. Não precisa humilhá-lo contando os “casos”, mas diga a ele que o casamento de vocês virou um caso de enfermidade, covardia e morte afetiva.

2. Não atenda mais o “garanhão-pangaré”. E faça isso logo, pois mulheres como você tendem a se viciar no abuso. Sim, o abuso passa a dar tesão em almas esburacadas como a sua.

3. Leia os evangelhos todos os dias e dedique-se a buscar as coisas lá do alto, conforme já lhe disse antes. Leia o site o máximo que você puder. Tenho certeza que ele também a ajudará a se enxergar e a se entender. Não diga “não consigo”, pois caso você realmente deseje, você consegue.

Pelo fato de que você vem se submetendo a isso já há alguns anos, ouso dizer que você já está viciada no abuso como fetiche. A relação que você tem com o pangaré é sadomasoquista. Ele é sádico. Você é masoquista. Portanto, conforme já sugeri antes, inicie urgentemente um tratamento de natureza psicoterapêutica. Faça isso por amor e respeito a você mesma.

Como você vê, eu digo as mesmas coisas. Afinal, não há nada novo a dizer, mas sim muito a agir e decidir. E tal ajuda somente você pode dar a você mesma.

Receba meu carinho!

NEle, em Quem podemos encontrar Graça para ocasião própria,

Caio

www.caiofabio.net

26 thoughts on “Não consigo parar de trair meu marido…

  1. Reply francisca mai 18, 2010 4:58

    namoro com um sr.casado a 13 anos ele tem 54 eu tenho 39. ja tenho um filho nao dele mais do meu primeiro namorado. é assim a minha relação sempre foi torbulenta muita gente se mete falam mal de mim para caramba hoje sou tudo e mais alguma coisa da traidora a feiticeira porque para as pessoas ele esta comigo porque fiz macumba kuando não.

    nao sei se é por conta disso ou se é um problema comigo eu ja o traí varias vezes mas depois vem a culpa vem aquela frase” meu deus porquê que fiz ele nao merece eu nao mereço isso deitar-me com outro homem fico triste deprimida mas se me enteressar por uma outra pessoa la xtou eu de novo é triste e humilhante porque sinto-me horrivel ja pensei em deixar o casado mas é dificil de certa forma acho que se nao fosse por ele se calhar eu seria coisa pior e sinto que o amo ainda ele me faz falta me complementa no que diz respeito a carinho amor a mim e ao meu filho. porque infelizmente atraio muito o sexo oposto para minha perdição porque nao sei se é por estar com um homem casado que so me aparecem casados, divorciados mal resolvidos e homens mais novos que é claro tenho medo de tentar ter tambem algo meu o homem que fique comigo porque gosta porque me quer bem sabem nao ter algo de alguem- choro qorque nao encontro solução prara mim sinto um vazio muito grande dentro de mim as vezes ate perco o sono . sinto uma profunda tristeza vazio vontade de sumir de ir para bem longe ou sei la sumir dessa vida. ajudem-me por favor sinto que cada dia caio mais fundo.

  2. Reply ANDERSON SANTOS jul 31, 2010 16:35

    INCRÍVEL, UM PASTOR QUE ACONSELHA SEM USAR A BÍBLIA PARA LHE DIRIGIR, ISTO NÃO É MORAL. Pastor vc esta mais para psicólogo, e não cristão ainda por cima.

  3. Reply Roberto ago 2, 2010 19:25

    Só porque ele não cita versos você acha que ele não está usando a Bíblia?

  4. Reply amaurynapoleao@ set 14, 2010 18:48

    um dia uma mulher me pediu uma opinião, se deveria separar, acusando o marido de barbaridades, eu acreditei nela e disse que deveria separar, e de repente apareceu os dois pedir uma oração, quando eu orei o homem estava em paz, mas a mulher que parecia santa tombou, fiquei arrependido de dar minha opiniao, pois na minha opiniao a direçao nao era do espirito

  5. Reply ricardo jan 27, 2011 14:56

    tenho um casamento que lutei muito par que acontecesse, (pra resumir) decidi que me casaria com uma pessoa da igreja pois , como havia casos de infidelidade conjugal em minha família não gostaria de passar por isso, minha esposa ficou grávida e logo no inicio da gravides fiquei sabendo que ela tinha se envolvido com alguem do trabalho, o bb nasceu ela me jurou que tudo tinha se acabado, descobri ha poucos dias que a estória não acabou, mas pelo contrario está mais arraigada, meu bb tem 4 meses, e estou sabendo que o laço de satanas que a atingiu ja dura pelo menos uns 2 anos, amo minha esposa e não gostaria que meu filho sofresse sem o pai, o que devo fazer?

  6. Reply Roberto jan 30, 2011 16:01

    Creio que deve conversar com ela com sinceridade e saber se ela vai continuar com isso ou não.Se ela disser que continuará, é melhor que a deixe.O filho irá sofrer mas deve ser pior ele viver numa família assim, com pais que não estão juntos em sinceridade.Além disso, você poderá visitar seu filho e conviver com ele.Que o Senhor te oriente.

  7. Reply Erika fev 10, 2011 13:00

    Meu nome é Erika, tenho 22 anos e sou casada a 8 meses. Glorifico ao Senhor por ter me dado um lar edificado na rocha. É bom ler a esse respeito, para saber como satanás tem investido nos lares e nas familias, também para saber como é importante vigiar e orar, para que esse mal não venha nos alcançar, pois par cair, basta está de pé. Ai vai minha opinião:

    Para aconselhar alguem não se deve considerar apenas oque a pessoa te contar, toda história tem dois lados, as vezes a mulher está na sua frente te contando um problema muito complicado, se fazendo de vítima, quando na verdade ela é a culpada, isso se dá pela enorme dificuldade que nós, seres humanos temos de assumir a culpa da situação. O Pr. Neil Barretos da Igreja Batista Betânia no RJ, falou uma coisa em uma de suas ministrações, que achei muito verdadeiro: nós somos dissimulados! Na maioria das vezes contaríamos um caso olhando o nosso ponto de vista e afirmando como verdade absoluta.
    Quanto ao comentário que alguém postou dizendo que o Pr. Caio não usou bíblia em seus conselhos; amado você precisa ler mais a bíblia antes de falar isso, pois muitas coisas escritas ali estão direcionados diretamente com a palavra de Deus.

    Que possamos ter a sensibilidade de sentir a presença do Espírito Santo conosco até a consumação dos séculos!

  8. Reply katia fev 18, 2011 21:36

    É A PRIMEIRA VEZ QUE VISITO O SEU SITE.GOSTEI MUITO,POIS ME ESCLARECEU ALGUNS PONTOS,AS CARTAS ME AJUDARAM POIS ESTOU C/ PROBLEMAS PARECIDOS.OBRIGADA POR EXISTIR…

  9. Reply Maria Carla fev 28, 2011 16:30

    Pastor eu preciso de uma orientação.
    Por favor me ajude, há um vazio enorme dentro de mim, uma vontade de gritar, chorar,estou me sentindo imunda.Namoro a muito tempo, meu namorado sempre foi um homem abençoado, sempre me respeitou, me ajudou, sempre me amou, mais eu não consigo explicar como aconteceu, juro que não consigo.vivia uma vida promíscua de festas, farras e bebidas, ele não ia não gostava e nessas farras eu traia meu anorado, já o trair umas cinco vezes creio, sendo que as duas ultimas tive até mesmo o ato sexual. Haalgum tempo comecei a conhecer a palavra e a um ano somos noivos, e agora pastor não entendo pq me arrependo profundamente de todos meus atos, me envergonho, me sinto a pior das mulheres, ele não merecia, nunca mereceu e isso me atormenta, não sai da mina cabeça, fico amargurada, dia desses chorei conversando com ele, pedi perdão por tudo aqueles erros de festa e tal mais não contei tudo, ele disse que me perdoava, que agora sou uma nova mulher, que o senhor me pedoou e tudo ficou pra traz, as vezes vem dentro de mim aquela vontade de falar a verdade,mais não posso, irei magoa-lo muito, e se ele não me perdoar, não posso mais tb não consigo me perdoar, já orei, ja implorei ao senhor mais mesmo assim vivo angustiada, o que me falta pastor? o que eu faço? Pelo amor de Deus me responda, me ajude, como faço pra tirar esse peso de mim e viver um romance verdadeiro, em cristo. Aguardo anciosa. Desde ja agradecida.

  10. Reply Antonia oliveira dez 1, 2011 10:46

    bom dia pastor caio eu sou evangélica desde a infancia e sempre sonhei pra minha vida honestidade a verdade.
    meu marido se converteu depois q nós nos conhecemos.
    td começou a mudar depois q ele fez curso de informática conheceu msn sala de bate papo.
    ele comprou um computador pra nós e nos domingos quando eu estava na minha mãe ele se trancava dentro de cs pra entrar nessa coisas. quando eu chegava dava tempo dele desligar td
    mas algumas vezes ele entrava e qaundo eu chegava perto ele fechava td rapidamente.
    não tinha como eu ver nada.
    o tempo passou um certo dia liguei o cumputador e entrou automaticamente no msn dele
    e conversei com algumas mulheres q ele falava só tinha mulheres mt e mts adicionadas e ela me dissseram q falavam de sexo as fantasias e não saia com ele porque ele não queria.
    mas como não tinha como provar nada de ele era infiel fui deixando. ele era ruim pra mim grosso em palavras e nessa época até dormiamos separados eu ia atras dele pra ele voltar pra cama ele me ignorava até q um dia ele resolveu voltar pra cama. ele se fazia de vitima por eu ter descobrido td aquilo.
    o tempo passou eu achava q ele não entrava masi naquilo quando derepente sou surpreendida denovo agora bem diferente ele foi pra outra cidade atras da mulher eles tinham um caso e o marido dela pegou eles deu duas facadas nele. ficou pra delegacia porque ela na hora falou pro marido q ele estava querendo estrupar ela foi uma situação terrivel mas liberaram eles no mesmo dia ela confessou q eles tinham um caso.ele chegou em cs contou uma história totalmente diferente falou q quiseram assaltar ele q correram atrás dele e faquearam ele os ladrões.
    mas no outro dia uma duvida veio na minha mente ele esta mentindo começei a orar e logo ele não aguentou e confessou meu chão desabou eu sempre estava envolvida com as coisas de Deus na igreja e ele era obreiro mas estava meio parado com as atividades uns dias antes disso acontecer ele pregou e chorou mt na pregação não tinha como eu desconfiar.
    ele me pediu perdão falou nunca masi faria tal coisa eu fiquei meia assim mas acabei perdoando porque temos 2 filhos lindos ele é um empresário bem sucedido é meu primeiro homem eu o amo mt, falei pra ele vamos tentar denovo.
    passou 2 anos eu começei a ter sonhos com traição meu coração as vezes aperta tenho a sensação q ele voltou a fazer as mesmas coisa na net na época ele me passou mo email del eu exclui td. e sempre pergunto se esta td bem, ele fala q esta de boa.
    ]ele ficou 1 ano de disciplina e agora voltou a comunhão participa da santa ceia e td
    até ministra mas olhei o not dele e descobri um email q td leva a crer q esta falando com mulherada denovo. eu não sei masi o que fazer tenho q ele se continuar vai cair denovo
    eu falei pra ele q descobri algo ele falou q eu achei o que eu queria achar esta se fazendo de vitima estamos dormindo na mesma cama mas ele não fala comigo nem eu com ele. de 2 anos pra ca minha vida mudou mt pra melhor eu e ele a gente tem se amado eu sei q ele me ama e as vezes sinto q ele mesmo tem raiva dele por fazer isso. mas ele é uma pessao mt fechada.
    agora não sei o que fazer ele não confessa q realmente esta fazendo por favor me ajude como agir será q ele um dia vai parar com isso? esse é o defeito dele é um ótimo pai da td pra nós do melhor. mas não quero continuar assim. sempre mando mensagens pra ele e esses dias ele falou q ele me amava mt q as vezes achava q não me merecia. quando aconteceu da primeira vez eu perguntei o porque fez aquilo sou uma mulher q gosto de sexo nunca neguei isso a ele.
    ele falou q foi fraco e depois disso nossa relação melhorou mais ainda. mas agora não da pra eu fazer de conta q isso não é nada
    isso é caminho para cair denovo eu acho q ele ainda não chegou a sair mas esta de conversas se continuar vai sair. espero sua resposta pastor obrigada.

  11. Reply Luciana jan 11, 2012 7:58

    tenho passado por uma situação muito complicada, pois meu marido q se diz “evangélico” tbem tem me traído e não estou conseguindo perdoa-lo, estou enojada dele, ele já confessou a quase tres anos atras e eu fiz quase q o impossivel mas estavava quase conseguindo perdoa-lo,qdo a ferida estava quase cicatrizada vem ele de novo dizendo q não tinha parado coisa nenhuma e continuava me traindo, depois disso não consigo mais viver com ele e estamos como dois amigos dentro de casa pois ele não quer ir embora.
    Pastor o q devo fazer, acho q meu amor esfriou e meu sentimento em relação a ele é de dor, magoa,revolta etc.Ele fala q não deixei a desejar em nada,mas me pergunto:se não deixei a desejar em nada então pq ele me traiu? e ele sempre não tem resposta para me dar.Acreditava em um arrependimento genuino, mas infelizmente ele é um lobo vestido de cordeirinho!
    Aguardo resposta!

  12. Reply Roberto jan 14, 2012 11:27

    Qual resposta você quer?

  13. Reply Fernnda jan 14, 2012 20:42

    Amigo,
    Que site maravilhoso o seu, essa forma direta e sincera de aconselhar sem julgar com crueldade, mas com misericordia. Parabens amigo.

    Sou da area jurídica, não frequento nenhuma igreja, mas acredito no Deus vivo dentro de mim capaz de me entender sempre, porque somente com ele consigo ser cem por cento sincera e compreendida, assim como vc fez com a amiga “desesperada”, direcionando-a ao caminho da luz.. Por isso, sei que Jesus está com você, agradeçeo a Deus por existirem pessoas com propósito tão digno de acolher, direcionar e salvar através do amor verdadeiro, tão simples.

    Vejo que realmente se importam com o desespero dos outros e tenta ajuda-las e não se restrigem ao julgamento frio e socailmente convencionado. Isso fica p/ justiça dos Homens injustos.

    Todos nos sabemos que é errado trair, mas, ninguem se debruça nos detalhes da analise dessa mazela que causa tesão e dor, algo viciante que aprisiona, enquanto vc conseguiu criar esperança de renovação.

    O Deus que eu creio e tão maravilhoso que sabe que o desespero dessa mulher também foi criado, por espectativas diversas, inclusive financeiras cultuados também por cristãos, pela junção da repressão social, dogmas impostos pela religiões ou mesmo cultura, muitas vezes desvirtuados da bíblia, mas ele usou vc como instrumento, quando vc conseguiu ter complacencia e misericordia, Jesus que ouvi falar pelos cristãos, já a perdoou e pediria que apenas recomeçasse outra vez.. Abraços meu amigo.

  14. Reply Roberto jan 14, 2012 21:26

    Não é preciso contar aquilo que já se foi.Se parou, isso basta.

  15. Reply Bernadete schürmann mar 18, 2012 18:26

    meu poblema to traindo meu marido ja a 3 anos coitado nao merece me deu uma vida digina pra min meus filhos que nao sao nem dele ama meus netos so apaixonada por um rapaz mas novo 11 anos nao consigo largalo mas gostaria sofro muinto to depreciva vivo chorrando nao me perdou a vida nao tem nem um centido amo meu namorrado que eu faco por favor poderia me ajudar obeigada .

  16. Reply Roberto mar 24, 2012 18:12

    Se você não ama seu marido, então ele não merece você como esposa, mesmo que você nunca o tivesse traído.
    Deixe-o e tente com esse rapaz ou então ao menos deixe seu marido livre.

  17. Reply borboleta abr 14, 2012 23:34

    ola passo pelo mesmo problema da primeira mulher,vivo em depressão,mas eu vou conseguir sair dessa em nome de jesus,suas palavras são sabias e verdadeiras fica com deus

  18. Reply KETE jun 2, 2012 17:02

    BOA TARDE PASTOR, GOSTARIA DE SABER SE AINDA É POSSIVEL RECONSTRUIR MEU CASAMENTO. TENHO UM HISTÓRICO DE CASAMENTO MARAVILHOSO, POSSO DIZER QUE A MINHA UNIÃO FOI ESTABELECIDA POR DEUS, NAO TEMOS BRIGAS, TEMOS DOIS FILHOS LINDOS, TEMOS ESTABILIDADE DE EMPREGO, TEMOS FORMAÇÃO SUPERIOR E CARREIRA PROFISSIONAL ESTABELECIDA, CARRO, CASA, SAÚDE. E TUDO CONSEGUIMOS JUNTOS TRABALHANDO LADO A LADO. ERAMOS ACADEMICOS QUANDO NOS CONHECEMOS TEMOS 10 ANOS DE CASADOS E UM FULHO COM 4 E OUTRO COM 6 ANOS. TUDO AÍ TUDO BEM.SÓ QUE A ROTINA DE DOIS FILHOS UM ATRAS DO OUTRO, ESTUDOS, TRABALHO, E FALTA DE ALGUEM PRA FICAR COM OS FILHOS FICAMOS ANOS SEM NOS DIVERTIRMOS, SEM SAIRMOS SOZINHOS, E ISTO GEROU UMA DEPRESSÃO EM MIM GRANDE, DAÍ O INIMIGO ENTROU EM MIM, E EU TRAÍ MEU MARIDO COM COLEGA DE TRABALHO, FORAM POUCAS VEZES MAS MIM APEGUEI AO CARA, E SÓ MIM DISTANCIEI PORQUE PERCEBI QUE EU ERA SÓ MAIS UMA PRA ELE , MIM SENTÍ SUJA, IMUNDA MAS AINDA TOU SOFRENDO MUITO, SOFRENDO PORQUE TOU TRAINDO A MINHA FAMILIA LINDA E A DEUS E SOFRENDO PORQUE NAO FUI AMADA PELO IDIOTA QUE NUNCA DEVERIA TER APARECIDO NA MINHA VIDA. JA DECIDI NAO VOU MAIS PROCURAR ELE,QUERO VOLTAR AO PRIMEIRO AMOR NOVAMENTE MAS TOU EM DUVIDA SE AINDA AMO MEU MARIDO TENHO MEDO DE DEIXA LO E MIM ARREPENDER, NO FUNDO NAO QUERO ME SEPARAR.

  19. Reply Roberto jun 2, 2012 19:31

    Olá, querida.
    Creio que, em primeiro lugar, você tem de admitir (ao menos para si mesma) que tem culpa nisso e não jogar toda a culpa no diabo.
    Acredito que haja possibilidade de recontrução, desde que haja amor e que você tenha conseguido deixar o amante(deixar mesmo, não apenas se afastar por ele não corresponder à altura).Caso contrário, melhor nem tentar.
    Se você se arrependeu, Deus já te perdoou e não exige que você permaneça casada com ele se não há amor.Não fará bem aos seus filhos que fiquem juntos sem amor também.
    Pense bem se ainda o ama ou se apenas está com medo de que as coisas mudem.Depois decida o que fazer.
    Abraço.

  20. Reply kete jun 12, 2012 23:52

    Obrigada pela sinceridade, na verdade eu ainda tou cheia de dúvidas, o que quero mesmo é conseguir mim apaixonar novamente pelo meu marido, porem não conseguí isto ainda, acho minha família perfeita, sem brigas, ciúmes, tenho tudo que preciso , queria reconstruir meu casamento que meu marido pensa que tá inteiro, mim esforço pra isto, já deixei o cara ou seja nos deixamos, pois apesar do erro de termos ficado juntos sabemos que não há futuro,ainda penso muito nele, e tá sendo um exercício diário esquece-lo, minha esperança é que depois que passar essa paixão, eu consigar voltar pra minha vida que levava antes de conhecer este rapaz, peço a DEUS todos os dias que mim liberte desse sentimento que apesar de ter vindo devido eu ter permitido, ou melhor ter facilitado as coisas hoje esteja mim fazendo mal.Quando vc fala que é melhor eu mim separar, mim dói, pois apesar de eu estar apaixonada por outro homem, eu tenho certeza que vou ser infeliz se eu deixar meu marido, pois a nossa união foi feita por Deus, só queria mesmo mim libertar disso e ser feliz com a minha família.já vi muitas mulheres que deixaram o marido maravilhoso por uma paixão e hoje estão vendo o ex com outra e morta de arrependiadas, tenho medo disso, muito medo…

  21. Reply clea jul 11, 2012 20:45

    Estou impactada com as historias que ouvi nesta site. Creio que estas pessoas precisam desesperadamente de Jesus Cristo. So Ele podera mudar a vida de voces. So Jesus dara solucao aos seus problemas. So Jesus podera mudar a historia da vida de voces. Sem Ele voces nao tem chance nenhuma. Abre o coracao e diga Jesus preciso de voce. Eu tenho certesa de que algo Ele ira fazer. Deus abencoe voces!

  22. Reply Carlos fev 19, 2013 10:48

    Só para saber se a pergunta será enviada…

  23. Reply jo mar 28, 2013 21:07

    Pastor preciso desabafar,posso confiar no senhor?

  24. Reply Roberto mar 29, 2013 5:42

    O pastor Caio tem tido pouco tempo para ler mensagens, e ele provavelmente não lê os comentários daqui, mas eu o acho bem confiável sim.

  25. Reply Roberto mar 29, 2013 5:43

    Qual seria sua pergunta?

Leave a Reply